quarta-feira, 24 de junho de 2009

Carta.

Obrigada pela carta. Suas palavras rimaram com minha solidão. O café já estava frio e o último cigarro já tinha apagado, mas a forma como as letras combinavam com a música ao fundo me fez menos só. Me diz, o amor que você colocou nela é o mesmo que você depositou em mim? E a forma como você fala da saudade, minha interpretação está errada ou você quis dizer que ela não cabe só a a mim? Deu a entender que você vai voltar, isso é verdade ou eu só enxerguei o que queria? Desculpe, mas a carta que você mandou, eu já não estava aqui para ler.

Atualizado: http://apaixonar-seasos.blogspot.com/

Um comentário:

CissaS disse...

estava passeando por uns blogs e acabei encontrando esse. Parabéns, realmente você escreve muito bem, vou acompanhar seus textos a cada atualização porque sua sensibilidade me fascinou. Realmente adorei. Beijos